segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

QUEM OFERECE MAIS?

O FLAMENGO é campeão... o Carnaval está aí e eu vou ver mulher pelada sambando na avenida! 

Que mais posso querer depois do Tiririca ter sido indicado para a comissão de Educação e o salário ter ido a estratosféricos R$545? 

Meu Brasil brasileiro!

domingo, 27 de fevereiro de 2011

SINTO-ME ULTRAJADO

Vamos lá convir: a nossa educação é uma piada... isso nós já sabemos; que os políticos (parte deles) não levam nada a sério, muito menos essa mesma educação... nós já estamos carecas de saber; mas colocar o Tiririca na Comissão de Educação... pelas barbas do profeta! É muito insulto, é muita falta de respeito pelo cidadão que carece de quem o possa representar nas tomadas de decisões que podem transformar suas vidas.

Tiririca não conseguiu provar ser alfabetizado. Tiririca pode até, enquanto cidadão, ser melhor que muitos outros, mas não me parece estar preparado intelectualmente para poder discutir os destinos da educação ou assumir posição edificante na Comissão em que foi colocado. Vai ser um pau mandado! Um bobo da corte... o que lhe não fica tão fora de propósito, pois já vivencia um personagem de palhaço.

O povo brasileiro, infelizmente, ainda padece de uma necessidade crônica de bom senso na hora de votar. Esse mesmo povo não compreende que ao praticar certos atos está se prejudicando pessoalmente. É um pouco a história de brincar de atirar pedras quando se tem vidraças em casa. Espero que um dia aprenda! Só não esperem que seja com a ajuda do Tiririca que esse aprendizado venha a acontecer!

LÁ COMO CÁ...

Fiquei impressionado quando assisti a este vídeo que lhes apresento abaixo, principalmente ao tomar conhecimento de que o sistema público de ensino nos EUA é semelhante, senão pior, que o nosso. o vídeo "Waiting for Superman" merece ser visto por todos aqueles que almejam uma situação melhor para o ensino público, e por consequência um futuro melhor para as crianças.

Mesmo não estando traduzido (legendado) bastam as imagens para podermos perceber que quem tanto quer dar lições de moral aos outros, também tem seus pés de vidro.

É impressionante a sequência de declaraçãoes dos presidentes americanos em favor da educação e sua total
incapacidade de mudar o quadro, apesar dos vultosos investimentos públicos. Esta "imagem" me faz lembrar um cenário que eu já conheço... onde será que isso acontece igualzinho, como se todos os poderosos tivessem estudado a mesma cartilha?


O documentário é centrado na crise da educação pública nos Estados Unidos. A história é contada através de várias histórias interligadas a partir de muitos alunos e suas famílias. Os educadores procuram uma solução dentro de um sistema problemático. (melhor documentário no último Festival de Sundance-2010)



sábado, 26 de fevereiro de 2011

APESAR DE TUDO... ESTOU FELIZ!

Não sou folião, não comungo das loucuras que são praticadas em nome de MOMO. Portanto, ter uns dias a mais para repousar só me pode fazer bem, principalmente porque estou aqui escrevendo e o meu nariz a inundar o NB. Estou com uma destas viroses que me atormenta o juízo. Não sou de cair fácil ante essas pequenas doenças... fazia um bom tempo que não era pego de surpresa, mas esta semana, mais especificamente de ontem para cá... a coisa está feia!

Nesse sentido, acredito que vou aproveitar para colocar algumas coisas em dia! 

Para quem é folião, só posso desejar uma feliz folia. 

E vamos brincar serenamente!

PERPÉTUA... AINDA NÃO RESOLVE

O que pode levar um pessoa a cometer tamanha barbaridade? Por mais que assista e por mais reflexão que faça não consigo encontrar uma justificativa plausível.

Estará este mundo perdido? Que fazer para encontrá-lo? Mas, o pior de tudo, vocês verão, é que, caso encontrem esse bandido, o movimento dos direitos humanos vai cair em campo para defender a tese da insanidade mental e tentar livrar esse energúmeno da cadeia de onde não deveria sair jamais, a não ser com os pés para a frente.

Coisas de Brasil!

  

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

UMA RESPOSTA À VEJA

Não conheço a autoria, pois trata-se de um documento apócrifo, portanto, sujeito a questionamentos sobre a sua existência e autenticidade, mas, considerando que o teor pode ser considerado válido para uma reflexão, eu repasso para meus leitores e que cada um elabore suas conclusões.

RESPOSTA À REVISTA VEJA

      Sou professora do Estado do Paraná e fiquei indignada com a reportagem da jornalista Roberta de Abreu Lima “Aula Cronometrada”. É com grande pesar que vejo quão distante estão seus argumentos sobre as causas do mau desempenho escolar com as VERDADEIRAS  razões que  geram este panorama desalentador.
      Não há necessidade de cronômetros, nem de especialistas  para diagnosticar as falhas da educação. Há necessidade de todos os que pensam que: “os professores é que são incapazes de atrair a atenção de alunos repletos de estímulos e inseridos na era digital” entrem numa sala de aula e observem a realidade brasileira.
    Que alunos são esses “repletos de estímulos” que muitas vezes não têm o que comer em suas casas quanto mais inseridos na era digital? Em que  pais de famílias oriundas da pobreza  trabalham tanto que não têm como acompanhar os filhos em suas atividades escolares e, pior, em orientá-los para a vida? Isso sem falar nas famílias impregnadas pelas drogas e destruídas pela ignorância e violência, causas essas que infelizmente são trazidas para dentro da maioria das escolas brasileiras.
     Está na hora dos professores se rebelarem contra as acusações que lhes são impostas. Problemas da sociedade deverão ser resolvidos pela sociedade e não somente pela escola.
     Não gosto de comparar épocas, mas quando penso na minha infância, onde pai e mãe, tios e avós estavam presentes e onde era inadmissível faltar com o respeito aos mais velhos, quanto mais aos professores e não cumprir as obrigações fossem escolares ou simplesmente caseiras, faço comparações com os alunos de hoje “repletos de estímulos”.
     Estímulos de quê?  De passar o dia na rua, não fazer as tarefas, ficar em frente ao computador, alguns até altas horas da noite, (quando o têm), brincando no Orkut, ou o que é ainda pior envolvidos nas drogas. Sem disciplina seguem perdidos na vida.
Realmente, nada está bom. Porque o que essas crianças e jovens procuram é amor, atenção, orientação e disciplina.    
     Rememorando, o que tínhamos nós, os mais velhos,  há uns anos atrás, de estímulos? Simplesmente: responsabilidade, esperança, alegria. Esperança que, se estudássemos, teríamos uma profissão, seríamos realizados na vida. Hoje os jovens constatam que se venderem drogas vão ganhar mais. Para que o estudo? Por que numa época com tantos estímulos não vemos olhos brilhantes nos jovens? Quem, dos mais velhos, não lembra a emoção de somente brincar com os amigos,  de ir aos piqueniques, subir em árvores?
      E, nas aulas, havia respeito, amor pela pátria... Cantávamos o hino nacional diariamente, tínhamos aulas “chatas” só na lousa e sabíamos ler, escrever e fazer contas com fluência.
      Se não soubéssemos não iríamos para a 5ª. Série. Precisávamos passar pelo terrível, mas eficiente, exame de admissão. E tínhamos motivação para isso.
      Hoje, professores “incapazes” dão aulas na lousa, levam filmes, trabalham com tecnologia, trazem livros de literatura juvenil para leitura em sala-de-aula (o que às vezes resulta em uma revolução),  levam alunos à biblioteca e a outros locais educativos (benza, Deus, só os mais corajosos!) e, algumas escolas públicas onde a renda dos pais comporta, até a passeios interessantes, planejados minuciosamente, como ir ao Beto Carrero.
      E, mesmo, assim, a indisciplina está presente, nada está bom. Além disso, esses mesmos professores “incapazes”, elaboram atividades escolares como provas, planejamentos, correções nos fins-de-semana, tudo sem remuneração;
      Todos os profissionais têm direito a um intervalo que não é cronometrado quando estão cansados. Professores têm 10 minutos de intervalo, quando têm de escolher entre ir ao banheiro ou tomar às pressas o cafezinho. Todos os profissionais têm direito ao vale alimentação, professor tem que se sujeitar a um lanchinho, pago do próprio bolso, mesmo que trabalhe 40h. semanais. E a saúde? É a única profissão que conheço que, embora apresente atestado médico, tem que repor as aulas.Plano de saúde? Muito precário. 
    Há de se pensar, então, que  são bem remunerados... Mera ilusão! Por isso, cada vez vemos menos profissionais nessa área, só permanecem os que realmente gostam de ensinar, os que estão aposentando-se e estão perplexos com as mudanças havidas no ensino nos últimos tempos e os que aguardam uma chance de “cair fora”.Todos devem ter vocação para Madre Teresa de Calcutá, porque por mais que se esforcem em ministrar boas aulas, ainda ouvem alunos chamá-los de “vaca”,”puta”, “gordos “, “velhos” entre outras coisas. Como isso é motivante e temos ainda que ter forças para motivar. Mas, ainda não é tão grave.
    Temos notícias, dia-a-dia,  até de agressões a professores por alunos. Futuramente, esses mesmos alunos, talvez agridam seus pais e familiares. 
     Lembro de um artigo lido, na revista Veja, de Cláudio de Moura Castro, que dizia que um país sucumbe quando o grau de incivilidade de seus cidadãos ultrapassa um certo limite.
     E acho que esse grau já ultrapassou. Chega de passar alunos que não merecem. Assim, nunca vão saber porque devem estudar e comportar-se na sala de aula; se passam sem estudar mesmo, diante de tantas chances, e com indisciplina... E isso é um crime! Vão passando série após série, e não sabem escrever nem fazer contas simples. Depois a sociedade os exclui, porque não passa a mão na cabeça. Ela é cruel e eles já são adultos. 
     Por que os alunos do Japão estudam? Por que há cronômetros? Os professores são mais capacitados? Talvez, mas o mais importante é  porque há disciplina. E é isso que precisamos e não de cronômetros.  Lembrando: o professor estadual só percorre sua íngreme carreira mediante cursos, capacitações que são realizadas, preferencialmente, aos sábados. Portanto, a grande maioria dos professores está constantemente estudando e aprimorando-se. 
     Em vez de cronômetros, precisamos de carteiras escolares, livros, materiais,quadras-esportivas cobertas (um luxo para a grande maioria de nossas escolas), e de lousas, sim, em melhores condições e em maior quantidade..
     Existem muitos colégios nesse Brasil afora que nem cadeiras possuem para os alunos sentarem. E é essa a nossa realidade!  E, precisamos, também,urgentemente, de educação para que tudo que for fornecido ao aluno não seja destruído por ele mesmo
     Em plena era digital, os professores ainda são obrigados a preencher os tais livros de chamada, à mão: sem erros, nem borrões  (ô, coisa arcaica!), e ainda assim se ouve falar em cronômetros. Francamente!!!
      Passou da hora de todos abrirem os olhos  e fazerem algo para evitar uma calamidade no país, futuramente. Os professores não são culpados de uma sociedade incivilizada e de banditismo, e finalmente, se os professores até agora não responderam a todas as acusações de serem despreparados e “incapazes” de prender a atenção do aluno com aulas motivadoras é porque não tiveram TEMPO.
      Responder a essa reportagem custou-me metade do meu domingo, e duas turmas sem as provas corrigidas. 

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

REFLEXÃO PEDAGÓGICA

O erro de muitos políticos é acreditarem que, na educação, a melhor maneira de enfrentar o futuro é melhorando o que se fez no passado. Há três processos principais na educação: o currículo, que é aquilo que o sistema educativo espera que os alunos aprendam; a pedagogia, o processo através do qual o sistema ajuda os alunos a fazê-lo; e a avaliação, o processo que permite verificar se os alunos estão a aprender ou não. A maioria dos movimentos reformistas centra-se no currículo e na avaliação.

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

HÁ HORAS EM QUE AS NOTICIAS PARECEM PRECIPITAR-SE...

...qual chuva de verão, feito tempestade, daquelas que não nos permitem o menor gesto de acautelamento sem que sejamos atingidos por um raio que, se não fulminante, nos deixa, pelo menos, cegos por uns bons momentos.

Num post anterior falava sobre a brincadeira que parece estarem praticando na educação. Noutro, seguinte, falo sobre a promoção automática nos três primeiros ano da educação. Pois bem... vejam a seguir a confirmação do que até então era apenas suposição.

Sinceramente: quem pode fazer educação em tais condições? Alguma resposta?

Matéria transcrita do Jornal A Tarde Online de 20/02/2011
Karina Costa | A Tarde
Agora está aprovado. Na semana passada, o Ministério da Educação (MEC) acatou a recomendação do Conselho Nacional de Educação (CNE) e aconselha às escolas, públicas ou privadas, a não reprovarem estudantes das três séries iniciais, mesmo que não tenham alcançado as competências consideradas necessárias para a aprovação.

Maiores informações e dados para o debate em: 
Fonte: http://www.atarde.com.br/cidades/noticia.jsf;jsessionid=B2E1C6F88D05C9719F7B6E5586F29659.tomcatdube2?id=5689258

Um agradecimento especial ao Jackson pelo envio da notícia!

EXEMPLO A SER SEGUIDO

 Plágio é crime e o crime não compensa!!!

USP demite professor por plágio em pesquisa

Chefe de trabalho que usou imagens sem creditá-las, ele diz não ter havido má-fé

É a 1ª exoneração do tipo em 15 anos; comissão conclui que ex-reitora, coautora, não teve relação com problema 

FÁBIO TAKAHASHI
DE SÃO PAULO 

A reitoria da USP decidiu demitir um professor de dedicação exclusiva, com mais de 15 anos de carreira, após entender que ele liderou pesquisa que plagiou trabalhos de outros pesquisadores.
A exoneração por plágio é a primeira na instituição em mais de 15 anos. O imbróglio envolveu também a ex-reitora Suely Vilela, coautora da pesquisa questionada. Ela não sofreu punição -a avaliação é que não teve relação com os trechos plagiados.
Outra pesquisadora teve o título de doutorado cassado. Era responsável pelas partes contestadas. Tanto o docente quanto a pesquisadora podem recorrer internamente e judicialmente das decisões.
"A punição de docente, discente ou funcionário técnico-administrativo é sempre dolorosa", disse à Folha o reitor João Grandino Rodas, a quem coube a decisão da punição, após duas comissões internas terem recomendado a decisão. O processo durou mais de um ano.
"Contudo, há de se ter em mente que em casos gravíssimos, como os presentes, a ausência do devido castigo compromete a universidade, cujo maior tesouro é a credibilidade", completou.
O docente Andreimar Soares, da Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto, foi demitido por ser o principal autor da pesquisa, que copiou imagens de trabalhos de 2003 e 2006, sem creditá-las aos autores, da UFRJ (Federal do Rio).
Um dos objetivos do trabalho da USP era investigar se uma substância isolada da jararaca é útil contra o vírus da dengue. Dez cientistas participaram da pesquisa, publicada pela revista "Biochemical Pharmacology".
As imagens copiadas eram de responsabilidade de Carolina Dalaqua Sant'Ana. O trabalho foi uma continuação de sua tese para doutoramento na USP. A escola decidiu cassar o título por entender que houve plágio e "possível fraude" em seu trabalho.
A publicação em revistas científicas é um dos principais indicadores de produção no mundo científico. Uma boa produtividade rende prestígio e financiamentos.

domingo, 20 de fevereiro de 2011

COMO É FORMADO O PROFESSOR

É emocionante, para não dizer patético!

Encontramos, frequentemente, notícias que nos deixam abalados. Esta, veiculada há alguns dias teve o condão de me fazer ficar de queixo caído (ainda não consegui juntar os maxilares) tamanha a surpresa. 

Para quem não quiser dar-se ao trabalho de acessar a reportagem, direi que a notícia aborda uma das modalidades de formação dos professores que estarão atuando na educação infantil e ensino fundamental: aquela a distância.

A modalidade em si nem me causa tanta estranhamento, pois tem sido um grande campo de batalha para muitos pesquisadores, entre eles alguns amig@s meus. Causam-me mais estranheza as palavras de F. Haddad, ao afirmar que o governo está preocupado com o alto número de formandos nesse tipo de curso. "Sempre que possível, o ensino presencial deve ser a prioridade", diz sua excelência. 

Como assim, ministo???!

O governo está preocupado??? Essa já é uma novidade na qual não quero acreditar (talvez até esteja errado!). Mas, o governo estar preocupado com o alto número de professores formados a distância... por favor, ministro, tenha piedade de mim... não aguento mais rir dessa piada!!

Como pode o governo estar preocupado com o resultado de um programa que ele mesmo aprovou? Estará o governo passando recibo de sua incompetência em administrar as coisas da educação? 

O quadro que mostro a seguir (acompanha a reportagem) fala alto desse descalabro.


Esta informação deixa-me com a cabeça cheia de vontade de perguntar ao Ministro: 
Para que, então, servem os cursos presenciais? Para que, então, me esforçar em tentar melhorar cada vez mais o curso de Pedagogia em que trabalho?! Para que, então, esse mesmo governo investe tanto na formação de doutores na área da educação? A quem estão querendo enganar com esse ar de preocupação?

Educação é coisa séria e merece respeito!

A NÃO PERDER!

No próximo domingo (27/02/2011) vou ter a possibilidade de admirar - ao vivo - o som de um dos grupos musicais que mais admirei na minha juventude e ainda admiro nos dias atuais: AIR SUPPLY. Estarão na minha cidade numa apresentação única. Acredito que ninguém que aprecie a boa música poderá perder.

Eu vou estar lá, e você? O quê... não conhece o AIR SUPPLY?

Pois, então, para os mais jovens, aqui fica um tira gosto! Como eu me apaixonei (várias vezes) ao som desse sucesso!!! Ai que saudades!

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

SONHOS

"De sonhar ninguém se cansa, porque sonhar é esquecer, e esquecer não pesa e é um sono sem sonhos em que estamos despertos" (Fernando Pessoa).

E ASSIM NÓS VAMOS CHEGANDO AO FUNDO DO POÇO


MEC sugere não reprovar aluno nos três primeiros anos do Fundamental


Especialistas acham que a aprovação automática funciona. Críticos defendem uma avaliação para que o aluno tenha melhor rendimento.


Não é lei. Apenas uma recomendação, mas tem provocado muita discussão nas escolas de todo o Brasil. Governos, professores, pais e mães avaliam se reprovar os alunos nos primeiros anos do Ensino Fundamental é eficaz.
As últimas pesquisas mostram que a evasão escolar – quando a criança sai e não volta mais para a escola – tem aumentado nos primeiros anos de estudo. A aprovação automática ainda divide opiniões. Nessa discussão toda, só existe um consenso: as crianças precisam aprender. O desafio é o que fazer para que elas aprendam. Não reprová-las nos primeiros anos? Alguns educadores e o Ministério da Educação acham que esse pode ser o caminho.
Mais informações a este respeito neste link:
Como a nossa Educação vai mal, entregue a estes "Especialistas"!!!... E eu estou-me tornando um "expert" em criticar "especialistas"... parece até perseguição! Mas enfim, façam vossa análise e, se assim o desejarem, apresentem reflexões sobre este assunto. 

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

PENSAMENTOS

A lógica existencial:

"O próprio viver é morrer, porque não temos um dia a mais na nossa vida que não tenhamos, nisso, um dia a menos nela". (Fernando Pessoa)

Pense nisso!

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

ENTRE DOIS OU MAIS...

Há sempre dois pontos de vista, no mínimo, quando uma situação é analisada por mais de uma pessoa. Esta parece-me ser uma verdade irrefutável.

Para comprovar a tese, vejamos o que nos diz Rubem Alves a esse respeito:

Os portugueses se horrorizaram ao saber que os índios matavam as pessoas e as comiam. Os índios se horrorizaram ao saber que os portugueses matavam as pessoas e não as comiam. Tudo depende do ponto de vista.

Haverá necessidade de acrescentar mais algum comentário? Não acredito!

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

R E V E L A Ç Ã O: SEGREDO DA COCA-COLA É REVELADO

Os misteriosos ingredientes da Coca-Cola são um dos segredos mais bem guardados de sempre no mundo dos negócios. Contudo, a receita criada em 1886 pelo farmacêutico John Pemberton acabou agora por ser revelada ao mundo.


O site ThisAmericanLife.org anuncia ter descoberto a receita do refrigerante mais famoso do mundo, através da fotografia de um artigo publicado em 1979 no "Atlanta Journal Constitution". Na imagem vê-se um livro aberto, com a lista de ingredientes utilizados por Pemberton, com as respetivas medidas que tornam depois único o sabor da Coca-Cola.
Além da cafeína, limão e caramelo, o mesmo site revela ainda a composição do ingrediente secreto conhecido por "Merchandise 7X". Óleos de canela, noz-moscada e, até mesmo, coentros fazem parte da fórmula.


Receita secreta da Coca-Cola

Extrato fluido de coca - 3 tragos
Ácido cítrico - 3oz (aprox. 90ml)
Cafeína - 1oz (aprox. 30ml)
Açúcar - 30 # (na receita a medida não é clara)
Sumo de limão - 1qt (aprox. 950ml)
Baunilha - 1oz (aprox. 30ml)
Caramelo - 1.5oz (aprox. 45ml)

Aromatizante "7X"

Álcool - 8oz (aprox. 230ml)
Óleo de laranja - 20 gotas
Óleo de limão - 30 gotas
Óleo de noz-moscada - 10 gotas
Óleo de coentros - 5 gotas
Óleo de canela - 10 gotas
Óleo de neroli - 10 gotas

UMA CURIOSIDADE

Você, sinceramente, já havia pensado nisto:

"Andando pelas ruas de uma cidade do interior paulista encontrei uma clínica de psico-pedagogia que anunciava sua especialidade em “distúrbios da aprendizagem”.  Dei-me conta de já ter visto muitas clínicas com a mesma especialização, mas nenhuma que anunciasse “distúrbios de ensinagem”. Por acaso serão só os alunos que sofrem de distúrbios? Somente eles têm dificuldades em aprender? E os professores? Nenhum sofre de “distúrbios de ensinagem”? Que preconceito nos leva a atribuir o problema sempre ao aluno? Que providências terapêuticas tomar quando o perturbado é o professor? Mas que psicólogo terá coragem para passar-lhe esse diagnóstico? É mais fácil culpar o aluno" (Rubem Alves).

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

UMA DESCOBERTA QUE VAI REVOLUCIONAR O MUNDO!

A nossa ciência está, efetivamente, super avançada. As descobertas têm trazido grandes, enormes benefícios à humanidade. Um claro exemplo é mostrado na reportagem a seguir. Informações mais detalhadas deste caso maravilhoso de progresso podem ser lidas AQUI Percebam o quanto esta descoberta está revolucionando a história das pessoas!

"Especialistas da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, resolveram o mistério de como pulgas saltam tão longe e tão rápido.

Estudos anteriores já haviam revelado que a energia necessária para catapultar uma pulga a uma distância 200 vezes maior do que o comprimento do seu corpo tinha sua origem em uma estrutura elástica, semelhante a uma mola, presente no organismo do inseto.

Mas os especialistas não entendiam como as pulgas conseguem aplicar um impulso tão rápido no chão para realizar o salto.

Filmagens feitas com câmeras capazes de capturar objetos se movendo em alta velocidade revelaram que o segredo está na forma como as pulgas usam suas pernas traseiras - como alavancas de múltiplas partes".

FRANCAMENTE!!!!!
SERÁ FALTA DO QUE ESTUDAR E PESQUISAR?

domingo, 13 de fevereiro de 2011

EU TAMBÉM...

... Eu também, RA! Eu também abomino os vestibulares, mas abomino mais ainda quem por eles se deixa dominar. Acredito que sempre é tempo de resistir a seguir a exigência do "Deus Vestibular" e humanizar a nossa educação, fazer dela algo proveitoso e agradável a quem precisa submeter-se a ela e dela retirar o que de melhor puder encontar.


  "Tomei o café da manhã com um amigo, dono de um famoso cursinho. Ele me disse algo mais ou menos assim: “Tudo o que ensinamos é perda de tempo. Não faz sentido. Não está ligado à experiência viva dos estudantes. Por isso aquilo que nós supostamente ensinamos e eles  supostamente aprendem é logo esquecido...”  E eu acrescento: a culpa não é deles, dos cursinhos. É dos vestibulares  – esse estúpido sistema que muito contribui para a ruína da educação. Por isso não dou a menor importância às fotografias dos que passaram em primeiro lugar" (Rubem Alves).

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

O DISCURSO DA PRESIDENTA DILMA SOBRE EDUCAÇÃO

Queridas brasileiras e queridos brasileiros,

            Nossos jovens estão de volta às aulas. A abertura do ano escolar é sempre uma festa de alegria, de fé e de esperança. É com esse sentimento que saúdo os estudantes, seus pais e, muito especialmente, todos os professores brasileiros.

            Estou aqui para reafirmar o meu compromisso com a melhoria da educação e convocar todos os brasileiros e brasileiras para lutarmos juntos por uma educação de qualidade. Vivemos um momento especial de nossa história. O Brasil se eleva, com vigor, a um novo patamar de nação. Temos, portanto, as condições e uma imensa necessidade de darmos um grande salto na qualidade do nosso ensino. Um desafio que só será vencido se governo e sociedade se unirem de fato nesta luta, com toda a força, coragem e convicção.

            Nenhuma área pode unir melhor a sociedade que a Educação. Nenhuma ferramenta é mais decisiva do que ela para superarmos a pobreza e a miséria. Nenhum espaço pode realizar melhor o presente e projetar com mais esperança o futuro do que uma sala de aula bem equipada, onde professores possam ensinar bem, e alunos possam aprender cada vez melhor. É neste caminho que temos que seguir avançando com passos largos.

            É hora de investir ainda mais na formação e remuneração de professores, de ampliar o número de creches e pré-escolas em todo o país, de criar condições de estudo e permanência na escola, para superar a evasão e a repetência. E, muito especialmente, acabar com essa trágica ilusão de ver aluno passar de ano sem aprender quase nada.

            É hora de fazer mais escolas técnicas, de ampliar os cursos profissionalizantes, de melhorar o ensino médio, as universidades e aprimorar os centros científicos e tecnológicos de nível superior. É hora de acelerar a inclusão digital, pois a juventude brasileira precisa incorporar, ainda mais rapidamente, os novos modos de pensar, informar e produzir que hoje se espalham por todo o Planeta. Em suma, esta é a grande hora da Educação brasileira. Isso só será possível se cada pai, cada aluno, cada professor, cada prefeito, cada governador, cada empresário, cada trabalhador tomar para si a tarefa de acompanhar, discutir, cobrar, propor e construir novos caminhos para a nossa Educação. Como Presidenta, como mãe e avó, darei tudo de mim para liderar esse grande movimento.

            Queridas brasileiras e queridos brasileiros,

            Pouco mais de um mês depois de assumir a Presidência, tenho algumas coisas a anunciar na Educação. Vamos lançar, ainda neste trimestre, o Programa Nacional de Acesso à Escola Técnica, o Pronatec, que, entre outras vantagens, levará ao ensino técnico a bem-sucedida experiência do ProUni.

            Estamos também acelerando a implantação do Plano Nacional de Banda Larga, não só para que todas as escolas públicas tenham acesso à internet como, também, para que, no médio e longo prazos, a população pobre possa ter internet em sua casa ou no seu pequeno negócio a preço compatível com sua renda.

            Informo, também, que o governo está tomando medidas para corrigir e evitar falhas no Enem e no Sisu, pois é fundamental aperfeiçoar e aumentar a credibilidade destes instrumentos, que são muito importantes na avaliação do aluno e da escola e, portanto, na melhoria da qualidade do ensino.

            Para concluir, reafirmo que a luta mais obstinada do meu governo será o combate à miséria. Isso significa fortalecer a economia, ampliar o emprego e aperfeiçoar as políticas sociais. Isso significa, em especial, melhorar a qualidade do ensino, pois ninguém sai da pobreza se não tiver acesso a uma educação gratuita, contínua e de qualidade. Nenhum país, igualmente, poderá se desenvolver sem educar bem os seus jovens e capacitá-los plenamente para o emprego e para as novas necessidades criadas pela sociedade do conhecimento.

            País rico é país sem pobreza. Este será o lema de arrancada do meu governo. Ele está aí para alertar permanentemente a nós, do governo, e a todos os setores da sociedade, que só realizaremos o destino de grandeza do Brasil quando acabarmos com a miséria.

            Sem dúvida, essa é uma tarefa para toda uma geração. Mas nós temos determinação para realizar a parte importante que falta, para que a única fome neste país seja a fome do saber, a fome de grandeza, a fome de solidariedade e de igualdade. E para que todos os brasileiros possam fazer da educação a grande ferramenta de construção do seu sonho.

            Muito obrigada e boa noite.

SOBRE O ATO DE LER

"Ler rapidamente aquilo que o autor levou anos para pensar é um desrespeito. É certo que os pensamentos, por vezes, surgem rapidamente, como num relâmpago. Mas a gravidez foi longa. Há frases que resumem uma vida. Por isso é preciso ler vagarosamente prestando atenção nas idéias que se escondem nos silêncios que há entre as palavras. Eu gostaria que me lessem assim. Quer eu escreva como um poeta, no esforço para mostrar a beleza, ou como palhaço, no esforço para mostrar o ridículo, é sempre a minha carne que se encontra nas minhas palavras" (Rubem Alves).

ACORDA BRASIL... OLHA POR TEUS PROFESSORES!

Vez por outra sou surpreendido com notícias que parecem obras de criação/ficção científica nos bons moldes do Professor Pardal ou dos laboratórios do Dr.Frankenstein. É o caso da descoberta feita pelo Sr. Secretário de Educação de São Paulo ao afirmar, em pleno século XXI que: "O Brasil precisa dos professores".

Ao mesmo tempo em que fico atônito com a revelação, não posso esconder a minha decepção com tanto atraso no reconhecimento do valor desses profissionais, verdadeiros baluartes da evolução de qualquer país. 

É assim, com bastante atraso, que a nossa educação vem sendo encarada por pessoas que não conseguem vislumbrar mais que o seu próprio umbigo. Por falar em umbigo, é preciso reconhecer que tal objeto de adoração para tantos, para poucos é de um tamanho bastante significativo, considerando que nele conseguem os seus detentores encaixar toda uma classe que se imagina superior e para a qual quem não for contemplado com a "hospedagem" é menos merecedor das benesses do capital, que dizer da educação.

Acorda BRASIL! Fica sabendo que tu precisas dos professores! 

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

UMA OU OUTRA GLOSA

Do poeta mais famoso do recanto em que me encontro (Antônio Gonçalves da Silva - vulgo Patativa do Assaré):

Prá gente aqui ser poeta
não precisa professor. 
Basta vê no meis de maio
um poema em cada gaio 
um verso em cada fulô.”


Prefiro falá as coisa certa com as palavra errada a falá as coisa errada com as palavra certa”.

Patativa do Assaré*


*Poeta, semi-analfabeto, Dr. Honoris Causa em diversas universidades, dentre elas a Sorbonne-Paris




segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

PARÁBOLA - RUBEM ALVES

Era uma vez uma menina que tinha como seu melhor amigo, um Pássaro Encantado. Ele era encantado por duas razões:


Primeiro porque ele não vivia em gaiolas. Vivia solto. Vinha quando queria. Vinha porque amava.


Segundo, porque sempre que voltava suas penas tinham cores diferentes, as cores dos lugares por onde tinha voado.


Certa vez voltou com penas imaculadamente brancas, e ele contou estórias de montanhas cobertas de neve. Outra vez suas penas estavam vermelhas, e ele contou estórias de desertos incendiados pelo sol. Era grande a felicidade quando estavam juntos. Mas sempre chegava o momento quando o pássaro dizia:


Tenho de partir."


A menina chorava e implorava: "Por favor, não vá, fico tão triste. Terei saudades e vou chorar..."


"Eu também terei saudades", dizia o pássaro. "Eu também vou chorar. Mas vou lhe contar um segredo: eu só sou encantado por causa da saudade que faz com que as minhas penas fiquem bonitas. Se eu não for não haverá saudade. E eu deixarei de ser o Pássaro Encantado e você deixará de me amar."


E partia. A menina, sozinha, chorava. E foi numa noite de saudade que ela teve a idéia: "Se o Passaro não puder partir, ele ficará. Se ele ficar, seremos felizes para sempre. E para ele não partir basta que eu o prenda numa gaiola."


Assim aconteceu. A menina comprou uma gaiola de prata, a mais linda. Quando o pássaro voltou eles se abraçaram, ele contou estórias e adormeceu.


A menina, aproveitando-se do seu sono, engaiolou-o. Quando o pássaro acordou ele deu um grito de dor.


"Ah! Menina...que é isso que você fez? Quebrou-se o encanto. Minhas penas ficarão feias e eu me esquecerei das estórias. Sem a saudade o amor irá embora..."


A menina não acreditou. Pensou que ele acabaria por se acostumar.


Mas não foi isso que aconteceu. Caíram suas plumas e o penacho. Os vermelhos, os verdes e os azuis das penas transformaram-se num cinzento triste. E veio o silêncio: deixou de cantar. Também a menina se entristeceu.


Não era aquele o pássaro que ela amava. E de noite chorava pensando naquilo que havia feito com seu amigo...


Até que não mais agüentou. Abriu a porta da gaiola. "Pode ir, Pássaro", ela disse." Volte quando você quiser..."


"Obrigado, menina", disse o Pássaro."Irei e voltarei quando ficar encantado de novo. E você sabe: ficarei encantado de novo quando a saudade voltar dentro de mim e dentro de você"!

INFORMAÇÃO

Conhece a metáfora do pato gordo... não?!!! Então leia aqui

Dá para fazer uma boa reflexão.


domingo, 6 de fevereiro de 2011

À MARGEM DE NÓS MESMOS

"Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já têm a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos" (Fernando Pessoa).

                                                     ___________ x x ___________

Difícil, também, deve ser saber a distância que nos separa da outra margem e quem nela se encontra!

VOCÊ TEM UM AMIGO?

O que é mesmo um amigo?
Você tem um amigo ou tem vários conhecidos?
faça o teste e saiba da verdade!

"Um amigo é uma pessoa com quem se tem prazer em compartilhar idéias de forma tranqüila e mansa. Não é preciso estar de acordo. O rosto do meu amigo não é igual ao meu rosto. E essa diferença me dá alegria. Se convivemos bem com nossos rostos diferentes, porque haveríamos de querer que nossas idéias fossem iguais? Experimentar a diferença de idéias mansamente é uma das evidências da amizade. Assim, se você deseja saber se uma pessoa é sua amiga, pergunte-se: Temos prazer e gastamos tempo compartilhando idéias? Acho que os casais – namorados ou casados de papel passado – deveriam se propor esse teste. Não existe amor que sobreviva só de sentimentos, sem a conversa mansa". (RUBEM ALVES)

SOBRENATURAL

Esta, simplesmente, eu adorei. Fala da visão e do quanto cegos somos e da infinitude de cegos existentes.

"Um amiga me advertiu de que, se eu continuar a falar sobre os absurdos da religião eu vou acabar como Huss, Savonarola, Giordano Bruno, Servetus: amaldiçoado como herege e transformado em churrasco nas fogueiras sempre acesas da eterna inquisição. Porque a inquisição, caso não o saibam, não foi um acidente histórico enterrado no passado. A inquisição é uma eterna tentação que seduz o espírito humano. Mas herege eu não sou. Pelo contrário. Sou místico,  vejo milagres nas mais absurdas insignificâncias do cotidiano. O canto de um pássaro não é um milagre? Uma teia de aranha não é um milagre?  Uma concha de caramujo não é um milagre? O assombro mora no visível. Claro que há pessoas cegas que não vêem o assombroso que está diante dos seus narizes, e ficam em busca de acontecimentos sobrenaturais. Pois, para mim, é o natural que é sobrenatural. O sagrado é a tela sobre a qual a vida é tecida".(Rubem Alves)

sábado, 5 de fevereiro de 2011

QUEBRA CUCAS!

Um pouco de filosofia de algibeira!


Você já parou para pesar que o HOJE já foi FUTURO e que, de repente, já já é PASSADO?


Então, viva o seu presente como se ele fosse o futuro de um passado que é agora.


Entendeu?

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...