terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

AO POVO... O QUE É DO POVO

As notícias começam a precipitar-se. Nem todas são ruins e isso me deixa, sobremaneira otimista, pois bons sinais surgem no horizonte educacional, havendo apenas a lamentar que neste nosso setor, o que é bom não é para ser emitado e sim para ser destruído. Mas eu não resisto à tentação de diZer que a educação ainda tem jeito. Nada está definitivamente perdida como pregam os alardeadores do apocalipse.

Trago-lhes um grande exemplo do que de bom acontece na educação neste Brasil grande feito um mundo. Ficam-me, entretanto, os questionamentos, principalmente depois do post anterior. Por qual motivo os prefeitos vão pedir antes de se mostrarem capazes de fazer alguma coisa (muitos deles são inábeis até para amarrar os cadaços dos próprios sapatos!)? Por qual motivo uma prefeitura pode e a outra tem que ir fazer-se de vítima, de coitadinha, junto ao Governo Ferderal? 

Eu, no lugar da presidenta DILMA agiria assim: "Vocês querem dinheiro para a educação, é? Só depois de terem feito um curso, com prova final classificatória, junto ao prefeito de Paranhos no MS. Quem for aprovado vai colocar em prática o aprendizado e dependendo das notas do "estágio" vai receber dinheiro para desenvolver o seu projeto".
 
Juro que a educação daria um salto qualitativo importante. Mas se colocar o dinheiro limpo, do povo, nas mãos sujas dos políticos.... "Era uma vez...", mais uma historinha para ser contada ao pobre do eleitorado.

Vejam o "curso" que eu daria a esses sanguessugas: (trago apenas uma amostra e deixo o link para a a reportagem que tanto me animou a dizer, melhor, a repetir, que a educação ainda pode ter jeito, basta querer e ter VONTADE POLÍTICA DE FAZER.

Valorizar o professor foi o primeiro e principal passo para que Paranhos retomasse os trilhos de sua educação, mas a rede investiu também em ações paralelas para melhorar a qualidade do ensino. Todas as salas de aula (da área urbana) receberam lousas digitais com acesso à internet, e climatizadores - a cidade está em uma região extremamente quente, próxima ao Pantanal brasileiro -, e os prédios das 14 escolas foram reformados.

Outro grande investimento da rede foi no transporte escolar, que conta hoje com uma frota de 17 veículos que percorrem 2.462 quilômetros diários. "Temos ainda um professor que coordena todos os projetos educacionais e o processo de inclusão de alunos com deficiência no ensino regular, ações que foram premiadas pela Universidade Federal da Grande Dourados", complementa a secretária Ana Maria.

A rede investe também na capacitação de merendeiras para a manipulação e conservação de alimentos, bem como na aprendizagem de novas receitas e informações sobre nutrição. Em 2009 conquistou o prêmio Gestor Eficiente da Merenda Escolar, promovido pela Organização Não Governamental Ação Fome Zero.

A notícia, na sua íntegra, está AQUI 

A CÉSAR... O QUE É DO POVO

Sabia que mais dia, menos dia o bicho ia voltar a mexer. Pois bem, tardava-me ler o que vou reproduzir abaixo, por vários motivos, dentre os quais destaco:
1 - Não há interesse político em educação (não é só no salário dos professores, não, é na educação de modo geral);
2  - Considerando que a União se compromete, pela lei, a participar do pagamento, caso o município não tenha condições de garantir o salário, os nossos queridos prefeitos e governadores estão vendo aí uma mina de ouro para locupletar seus desejos;
3 - Está aí afirmado que o pagamento dos professores (um aumento de 22,22%) vai arrasar com as contas das prefeituras, mas o que não se diz é que que os prefeitos e vereadores aumentaram seus "minguados salários" em cerca de 150%... pobrezinhos!
4 - Em ano de guerra (leia-se eleição) há que procurar munição (entenda-se dinheiro) para garantir a campanha, seja da reeleição seja da eleição do pupilo do sr. prefeito e do sr. governador... logo, vamos correr para onde há reserva desse material.

Por outras palavras: a safadeza está armada e nós, povo, somos quem vai padecer isso tudo e pagar o pato morto de véspera feito peru. Quem viver verá!



Prefeitos buscam apoio para pagar parte dos gastos com piso do magistério

Agência Brasil


Prefeitos de todo o país estão hoje (28/2) em Brasília para buscar apoio parlamentar e tentar um acordo com o governo federal que permita cobrir parte dos gastos que os municípios terão com o pagamento do Piso Nacional do Magistério e a revisão da lei pelo Parlamento. O Ministério da Educação definiu em R$ 1.451 o valor do piso para 2012, um aumento de 22,22% em relação a 2011.Outra pauta prioritária da agenda é a retomada imediata, pelo Congresso, da distribuição igualitária entre estados e municípios dos royalties do petróleo extraído da camada pré-sal.

O presidente da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Paulo Ziulkoski, disse há pouco que ainda hoje os prefeitos terão encontro com os presidentes do Senado, José Sarney (PMDB-AP), e da Câmara, Marco Maia (PT-RS). Eles vão se reunir durante todo o dia no Auditório Petrônio Portella, no Senado. "Nós esperamos contar também com o apoio dos governadores, mas quem está articulando isso é o André Puccinelli [governador de Mato Grosso]", acrescentou o presidente da CNM.

Segundo ele, só o impacto financeiro no cofre das prefeituras com a adoção dos novos salários dos professores será R$ 7 bilhões, se considerados também os gastos com os inativos. "Sem a efetiva participação da União", disse Ziulkoski, o piso vai desequilibrar as contas.

De acordo com o presidente da CNM, o contingenciamento de recursos orçamentários pela União agrava ainda mais a situação financeira das prefeituras. Ele ressaltou que, por se tratar de ano eleitoral, todas as obras terão que estar em andamento ou com os recursos do orçamento devidamente empenhados.

Fonte 

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

ADVOGADO NÃO MENTE...

Desta, meus amigos advogados vão gostar.

UM ADVOGADO tinha 12 filhos e precisava sair da casa onde morava e alugar outra, mas não conseguia por causa do monte de crianças.
Quando ele dizia que tinha 12 filhos, ninguém queria alugar porquesabiam que a criançada iria destruir a casa.
Ele não podia dizer que não tinha filhos, não podia mentir,afinal os ADVOGADOS não podem mentir.
Ele estava ficando desesperado, o prazo para se mudar estava se esgotando.
Daí teve uma idéia: mandou a mulher ir passear no cemitério com 11 filhos.
Pegou o filho que sobrou e foi ver casas junto com o agente da imobiliária.
Gostou de uma e o agente lhe perguntou quantos filhos ele tinha.
Ele respondeu que tinha 12.
Daí o agente perguntou: onde estão os outros?!
E ele respondeu, com um ar muito triste: “Estão no cemitério, junto com a mãe deles”.
E foi assim que ele conseguiu alugar uma casa sem mentir...
 
 

sábado, 25 de fevereiro de 2012

SEIS POR MEIA DÚZIA?

 Nesta notícia podemos ver duas mazelas que afligem a educação no país: a primeira diz respeito à prática da troca de nomes sem a respectiva troca de funções: troca-se o nome de "creche" para "centros de educação infantil" e todos os problemas desse nível de ensino/aprendizagem acabam como por milagre; o segundo tem a ver com a falta de sintonia entre quem faz as leis neste país: na LDB, aprovada depois da Constituição a idade para ingresso no fundamental é 6 anos, enquanto isso, na CF essa mesma idade é de apenas 5 (o que representa, para alguns estudiosos) um avanço.

Sei lá... há momentos em que chego a pensar que neste país só tem doido fazendo leis!

Proposta muda nomenclatura de local que promove educação infantil.

A Câmara analisa o Projeto de Lei 3137/12, da deputada Professora Dorinha Seabra Rezende (DEM-TO), que troca o termo “creches” por “centros de educação infantil” para se referir aos estabelecimentos que promovem a educação infantil, voltados a crianças de até três anos.

“O termo ‘creches’ sustenta uma excessiva carga assistencial, incompatível com o papel que o sistema educacional deve cumprir”, justificou a deputada.


Adequação

O mesmo projeto adapta a redação da Lei das Diretrizes e Bases da Educação Nacional (9.394/96) à Constituição Federal para restringir a abrangência da educação infantil para os primeiros cinco anos de vida. A atual redação da LDB ainda inclui a idade de seis anos nessa etapa de ensino, enquanto a Constituição já classifica como ensino fundamental aquele prestado entre seis e 14 anos.

Tramitação

O projeto ainda será distribuído às comissões temáticas da Câmara.

 Fonte

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

SERMÃO DA MONTANHA - VERSÃO EDUCADORES

Uma triste realidade:

Nem o Senhor Jesus aguentaria ser um professor nos dias de hoje....


 O Sermão da montanha
(versão educadores)
 
Naquele tempo, Jesus subiu a um monte seguido pela multidão e, sentado sobre uma grande pedra, deixou que os seus discípulos e seguidores se aproximassem.

Ele os preparava para serem os educadores capazes de transmitir a lição da Boa Nova a todos os homens.

Tomando a palavra, disse-lhes:
- Em verdade, em verdade vos digo:

- Felizes os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus.
- Felizes os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados.
- Felizes os misericordiosos, porque eles...
Pedro o interrompeu:
- Mestre, vamos ter que saber isso de cor?

André perguntou:
- É pra copiar?

Filipe lamentou-se:
- Esqueci meu papiro
!
Bartolomeu quis saber:

- Vai cair na prova?
João levantou a mão:
- Posso ir ao banheiro?
Judas Iscariotes resmungou:
- O que é que a gente vai ganhar com isso?
Judas Tadeu defendeu-se:
- Foi o outro Judas que perguntou!
Tomé questionou:
- Tem uma fórmula pra provar que isso tá certo?
Tiago Maior indagou:
- Vai valer nota?
Tiago Menor reclamou:
- Não ouvi nada, com esse grandão na minha frente.

Simão Zelote gritou, nervoso:
- Mas porque é que não dá logo a resposta e pronto!?

Mateus queixou-se:
- Eu não entendi nada, ninguém entendeu nada!

Um dos fariseus,que nunca tinha estado diante de uma multidão nem ensinado nada a ninguém, tomou a palavra e dirigiu-se a Jesus, dizendo:
- Isso que o senhor está fazendo é uma aula?
- Onde está o seu plano de curso e a avaliação diagnóstica?
- Quais são os objetivos gerais e específicos?
- Quais são as suas estratégias para recuperação dos conhecimentos prévios?
Caifás emendou:
- Fez uma programação que inclua os temas transversais e atividades integradoras com outras disciplinas?
- E os espaços para incluir os parâmetros curriculares gerais?
- Elaborou os conteúdos conceituais, processuais e atitudinais?

Pilatos,sentado lá no fundão, disse a Jesus:
- Quero ver as avaliações da primeira, segunda e terceira etapas e reservo-me o direito de, ao final, aumentar as notas dos seus discípulos para que se cumpram as promessas do Imperador de um ensino de qualidade.
- Nem pensar em números e estatísticas que coloquem em dúvida a eficácia do nosso projeto.
- E vê lá se não vai reprovar alguém!
E, foi nesse momento que Jesus disse:
"Senhor, por que me abandonastes...?"

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

A SALVAÇÃO DA PÁTRIA AMADA

Aguardando a nação entrar em funcionamento (eu entrei hoje de férias!) vale mostrar aos meus amigos brasileir@s que tal como aqui temos os "paraibas", ou "baianos", ou "caipiras", prssoas com quem se faz piada, lá minha terrinha também uns bons representante da classe molestada pelas piadas.
VVejam um pouo a "graça" que fazemos com nossos patrícios. Tudo é pura brincadeira! Adoro aquela província: o Alentejo!

 É esta raça que ainda vai salvar o País.
 

A RAÇA DO ALENTEJANO
Como é um alentejano?
É, assim, a modos que atravessado.
Nem é bem branco, nem preto, nem castanho, nem amarelo, nem vermelho....
E também não é bem judeu, nem bem cigano.
Como é que hei-de explicar?
É uma mistura disto tudo com uma pinga de azeite e uma côdea de pão
:

- Dos amarelos, herdámos a filosofia oriental, a paciência de chinês e aquela paz interior do tipo "não há nada que me chateie"; 
- dos pretos, o gosto pela savana, por não fazer nada e pelos prazeres da vida; 
- dos judeus, o humor cáustico e refinado e as anedotas curtas e autobiográficas; 
- dos árabes, a pele curtida pelo sol do deserto e esse jeito especial de nos escarrancharmos nos camelos; 
- dos ciganos, a esperteza de enganar os outros, convencendo-os de que são eles que nos estão a enganar a nós; 
- dos brancos, o olhar intelectual de carneiro mal morto;
- dos vermelhos, essa grande maluqueira de sermos todos iguais.

O alentejano, como se vê, mais do que uma raça pura, é uma raça apurada.

Ou melhor, uma caldeirada feita com os melhores ingredientes de cada uma das raças.
Não é fácil fazer um alentejano.
Por isso, há tão poucos.

É certo que os judeus são o povo eleito de Deus.
Mas os alentejanos têm uma enorme vantagem sobre os judeus:
 
n
unca foram eleitos por ninguém, o que é o melhor certificado da sua qualidade.

Conhecem, por acaso, alguém que preste que já tenha sido eleito para alguma coisa?
Até o próprio Milton Friedman reconhece isso quando afirma que 
«as qualidades necessárias para ser eleito são quase sempre o contrário das que se exigem para bem governar».

E já imaginaram o que seria o mundo governado por um alentejano?
 
            Era um descanso!!!...
 

domingo, 19 de fevereiro de 2012

MATO TUA SEDE

O amigo do melhor amigo do homem.

Como é delicioso apreciar imagens deste teor. Eu queria voltar a ter a pureza de alma das crianças. Gostaria de não ter criado em mim sentimentos que devem envergonhar qualquer pessoa: a ironia, a ira, a raiva, a violência e todos aqueles sentimentos vis que a sociedade impregna em nos como se inatos fossem.

Precisamos lutar contra isso, também e além do mais!

Vejam quanta harmonia há nesta imagem:


sábado, 18 de fevereiro de 2012

INDIGNAÇÃO

O povo precisa saber. Não falo só de quem está envolvido diretamente com os assuntos da educação. Não, todas as pessoas deste país precisam saber da forma como são tratados aqueles a quem responsabilizam pela educação de seus filhos - os professores.

Por outro lado, quando falo das pessoas que devem tomar conhecimento, não me quero dirigir apenas aos brasileiros, não, brasileiro é um tanto acomodado e por isso queria o apoio da opinião internacional que por ventura eu consiga atingir para que seja feito um repúdio de largas dimensões às condições aviltantes com que os professores são tratados.

Palavras são, por vezes, supérfluas. Vejam o exemplo triste mostrado a seguir. E que quem se sentir indignado, como eu estou, use seus instrumentos e se dirija ao MEC para apresentar o repúdio e a revolta que a notícia deverá causar em cada um de nós.

 Este triste exemplo não acontece só no Mato Grosso, não, é prática comum a todos os estados da união e mais, tem pior que isso.

Vejam e analisem a condição de igualdade salarial (será por conta da isonomia?) entre um operador de escavadeira - que me merece todo o respeito e um salário bem mais elevado - com apenas rudimentos de conhecimentos exigidos, e a proposta salarial para um professor que tenha nível superior. Exatamente! A que nível nos comparam.

Será que não merecemos, ambos os profissionais, um tratamento mais digno?

Vamos botar a nossa boca no trombone... Vamos aproveitar a greve de Março para mostrar a estes criminosos que nós não somos da laia deles.

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

INATO

Este é um dom natural nas nossas amadas mulheres. Todo o homem deve aprender isto... logo todo professor precisa conhecer essa realidade.

Vejam só:


CURIOSIDADES ÚTEIS

Sabe como afugentar as formigas de sua casa:
- Coloque pedaços de limão murchos pela casa.
Elas desaparecerão.

Manchas de caneta na roupa?
- Use spray de cabelo para tirar as manchas de tinta esferográfica de roupas.

Para retirar o excesso de gordura da comida:
- Cozinhe folhas de alface junto com a comida.

Para que a alface fique verdinha?
- Quando quiser fazer salada com alface, para que fique durinha, depois de separar as folhas e lavá-las bem, ponha uma colher de chá de açúcar. Verá  que a alface fica dura.

Para matar baratas:
- Mistura-se partes iguais de açúcar e gesso (que a fará estalar por dentro e não poderá se reproduzir).O preparado é inócuo para os humanos e não contamina os alimentos.Coloca-se em tampinhas vazias dentro de armários, móveis e bancadas.

Dicas para comprar em supermercados: 
-
1. Procure fazer as compras quando não estiver com fome. Ir ao supermercado com fome pode impulsionar a compra de alimentos calóricos e desnecessários.
2. Faça uma lista! Com um planejamento das compras será mais fácil evitar os supérfulos.
3. Programe suas idas ao supermercado! Com compras mensais ou semanais evita-se idas desnecessárias e portanto, compras desnecessárias.
4. Varie sua alimentação! Sempre encontramos produtos novos! Modifique sua rotina incluindo novos alimentos saudáveis (baixo teor de gordura saturada, alto teor de fibras...)
5. Leia os rótulos! Fique atento aos produtos dietéticos porque nem sempre eles serão as melhores opções. Verifique e compare o valor calórico e o teor de gorduras.
 

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

FORMAÇÃO DOCENTE, AINDA UM VELHO DILEMA

Muito eu tenho sido criticado por afirmar que os cursos de pedagogia não estão formando o professor capaz de fazer a diferença numa sociedade em constante e acelerado processo de transformação. 

Eunice Duran também já o afirmou no ano de 2008 (veja aqui), mas infelizmente muitos dos nossos formadores "revolucionários porque algum dia leram duas palavras de K. Marx", discuram em sala de aula sobre uma educação dita progressista, emancipadora, transformadora e tantas maravilhas mais, mas não conseguem ir além da teoria. Falta-lhes uma prática que nunca tiveram e ainda a coerência e a humildade acadêmica para perceber que agir assim estamos (de)formando profissionais, muito mais que contribuindo para a sua plena capacitação no desenvolvimento daquilo que se espera dele: a arte de ensinar/aprender a pensar diferentemente.

Desta vez, entretanto, pego um apoio de peso pesado para reafirmar isso que venho dizendo, trago para junto de mim as palavras do já ex ministro da Educação Fernando Haddad. 

"De acordo com o ministro da Educação, Fernando Haddad, a intenção é dar mais cautela à autorização de novos cursos de pedagogia. “Embora a maioria dos professores sejam formados em cursos de pedagogia, esses cursos, regra geral, não estão estruturados para formar professores, já que têm baixa carga horária destinada a esse fim”, afirma.

Se há essa compreensão, mesmo no ministério, por qual motivo as instituições não procuram modificar a sua metodologia formativa? Medo do diferente, do novo? Ou estaremos mais uma vez diante de um discurso vazio que prega a luta pela educação de qualidade, mas não dá um passo em benefício dessa mesma qualidade?

Vou continuar na minha velha cantilena: Pedagogia para formar "cientistas da educação"... para formar professores, só curso específico, com objetivos precisos.

Sei que vou continuar a merecer, por parte de alguns colegas de trabalho, a crítica mais aguda... mas sou persistente e diz o ditado: "água mole em pedra dura, tanto bate até que fura"!  


quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

DE BURACO EM BURACO

Falta de melhores novas - HUMOR




 Descrição: Descrição: cid:1.1877983474@web45909.mail.sp1.yahoo.com

Um tipo estava a jogar golf, quando de repente se sentiu perdido...

Olha adiante, vê uma mulher a jogar e vai ao seu encontro...

- Bom dia! Pode ajudar-me? Não sei qual o buraco em que estou...

- O senhor está um buraco atrás do meu. Eu estou no 7 e o senhor está no 6.

Ele agradeceu e continuou o jogo. Algumas horas depois,sentiu- se novamente
perdido,viu a mesma mulher e perguntou já envergonhado:

- Desculpe incomodá-la, mas perdi-me novamente. Pode-me dizer em que buraco estou agora?

- O senhor está um buraco atrás de mim, eu estou no 14 e o senhor está no 13.

Novamente agradeceu à mulher a gentileza e continuou o seu jogo.

Terminado este, encontrou a mulher no bar do clube.

Foi na sua direção e perguntou se poderia convidá-la a tomar algo em
agradecimento por o ter ajudado. Ela aceitou e começaram a conversar
animadamente, blábláblá, até que lhe perguntou o que ela fazia para viver.

- Trabalho em vendas, respondeu a garota

- É mesmo? eu também! E o que vende? Pergunta-lhe o tipo.

- Ela corou e depois de muita insistência, dispôs-se a revelar-lhe qual era
o seu trabalho, se ele prometesse não rir.

Ele prometeu não fazê-lo...

- Vendo absorventes higiénicos, respondeu a moça.

O tipo soltou uma sonora gargalhada que chamou a atenção de todos
os presentes; então, irritadíssima, a moça diz-lhe:
- O senhor prometeu-me que não riria!

- Peço imensa desculpa mas era-me impossível não rir!
Sabe, é que eu também sou vendedor, mas de papel higiénico...
           
   Continuo um buraco atrás de si!!

ENCICLOPÉDIA MUNDIAL

Ora, aí está algo que conseguiu furar o bloqueio que o carnaval representa para o que é intelectual e se nos apresenta de uma forma bastante singela, mas efetiva.

Fica uma ótima dica para quem não é dos reinos da folia: UMA ENCICLOPÉDIA MUNDIAL

Pode ler-se em Português, Francês, Espanhol e Inglês. É só escolher a língua!

       Biblioteca Digital Mundial

Foi aberta terça-feira em Paris. É da Unesco.

Aprendendo a navegar, podemos ampliar fotos, ler comentários e manuscritos raros... Passem para filhos, sobrinhos, netos, amigos...
                          www.wdl.org/pt/

Ah! e não tem necessidade de rasgar a fantasia!

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

ENDEREÇO SEM SEGREDO

Com um simples toque,
você vai a praticamente qualquer lugar do planeta.
Basta escrever o nome da rua que você quer,
colocar a cidade na frente e pronto.
 

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

COGITO



Não vou mais falar do carnaval até que ele tenha sido esquecido, por mais que seja só até à próxima micareta.

Mas vou provovar. Assumo, definitivamente, o meu carater de provocador:


Qual será o grande motivo que me leva a compreender cada vez menos de Educação, na exata razão inversa do aprofundamento que faço de compreensão dos seus problemas?

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...